Seja bem-vindo ao InfoCristão, o portal gospel da família brasileira!
segunda-feira , 20 maio 2024
Brasil

Congresso aprova R$ 71 bi para o novo Bolsa Família

Congresso aprova R$ 71 bi para o novo Bolsa Família

O Congresso Nacional aprovou, nesta quarta-feira (26), projeto que destina R$ 71 bilhões para o pagamento do novo Bolsa Família.

A proposta do governo federal prevê que o crédito especial será repassado ao Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social. Os recursos vêm do saldo do extinto programa Auxílio Brasil.

Para a deputada Dandara, do PT de Minas Gerais, o programa garante mecanismos de controle e acompanhamento da sociedade.

O novo Bolsa Família prevê o pagamento mínimo de R$ 600 por beneficiário, podendo ter acréscimo de R$ 150  por filho de até 6 anos.

Na mesma sessão, deputados e senadores aprovaram outra proposta do executivo que concede reajuste aos servidores públicos federais.

O deputado Guilherme Boulos, do PSOL de São Paulo, afirma que a proposta valoriza o servidor público.

A proposta aprovada prevê reajuste de 9% para os funcionários do governo federal a partir de maio deste ano. Esse é o primeiro acordo de reajuste com os servidores desde 2016 e prevê um impacto de mais de R$ 11 bilhões nas contas do governo.

Os dois projetos seguem para sanção do presidente Lula.


Por: alessandra.souza
Fonte/URL: https://agenciabrasil.ebc.com.br/radioagencia-nacional/politica/audio/2023-04/congresso-aprova-r-71-bi-para-o-novo-bolsa-familia

Artigos Relacionados

Brasília comemora hoje 60 anos de fundação

Geral Aniversário de Brasília Publicado em 21/04/2020 – 07:00 Por Vítor Ribeiro...

Brasil queimou mais de 185 milhões de hectares de biomas em 38 anos

Em 38 anos, entre 1985 e 2022, o Brasil queimou mais de 185 milhões de...

Não Se Engane #01: desmentimos fakes sobre vacinas e ameaça a cristãos

Com o objetivo de verificar informações virais e trazer informações corretas relacionadas...

Governo do Rio diz que descobriu plano de atentado contra Castro

Descoberta ocorre após ataques da milícia ao transporte público