Notícias

Pastores comentam sobre estátua que tem semelhança com a ‘besta’ descrita em Apocalipse

Uma estátua de madeira feita por artesãos mexicanos, e que foi instalada na praça das Nações Unidas (ONU) em Nova York, tem chamado a atenção de cristãos em todo o mundo, principalmente de evangélicos, pelo fato de o monumento “Guardião da Paz e Segurança Internacional” ter semelhança a um trecho descrito no livro de Apocalipse, em que descreve a “besta”.

O monumento, que é um alebrije (uma escultura de arte folclórica e um guia espiritual), foi instalado na praça das Nações Unidas no início de novembro e tornou-se o símbolo guardião da paz e segurança internacional para os anos de 2021 e 2022 no Conselho de Segurança da ONU. Ele foi feito por artesãos da cidade de Oaxaca, no México.

Na época, a estátua foi apresentada ao público pelo embaixador mexicano Juan Ramón de La Fuente, Representante Permanente do México junto às Nações Unidas. Segundo La Fuente, o monumento foi enviado pelo Governador de Oaxaca para fortalecer a presidência do México durante o mês de novembro no Conselho de Segurança da ONU.

No entanto, o assunto tomou conta das redes sociais nesta semana sobre a semelhança do monumento com uma descrição da Bíblia. Isso porque, a estátua é semelhante a um leopardo, os pés como os de urso e boca como de leão.

Essas mesmas descrição se encontram no livro de Apocalipse 13:2, que descreve a “besta” profetizada nos últimos dias. “A besta que vi era semelhante a um leopardo, mas tinha pés como os de urso e boca como a de leão. O dragão deu à besta o seu poder, o seu trono e grande autoridade”, diz o trecho bíblico.

Pastores comentam

De acordo com o pastor e teólogo João Abrantes, da Assembleia de Deus em Tocantins, “a priori é bastante imaturo tal afirmação, haja vista, a palavra escatologia cristã é o estudo do fim dos tempos, a consumação final de tudo, segundo a concepção bíblica cristã, ou seja, as últimas coisas que deverão acontecerem”.

Segundo Abrantes, “a palavra “besta” neste capítulo não é a mesma usada no capítulo 4.6 e ss: (“zoon, o que vive”), mas, a palavra grega “therion”, que significa “uma fera”. Ela era usada na literatura grega e helenista para indicar animais “perigosos”. Usava-se também para indicar seres animalescos, de natureza sobrenatural, ou indivíduo de natureza bestial. No presente texto, João usa a palavra para descrever a “figura sombria do Anticristo”. Acredito, que alguns projetos pilotos do governo da besta serão e deverão serem implementados apenas para fundamentar e dá sustentação ao futuro governo do anticristo propriamente dito. Como acredito na dispensação pré tribulacionista, pressuponho que o governo do anticristo ou da besta, no que se refere ao capítulo 13:2 de apocalipse, só será implantado depois do arrebatamento da igreja. (I Ts. 4:13-17).

Para o teólogo e pastor Robson Ciríaco, a criação de um governo mundial estabelecido, já é um ponto passivo para os conhecedores da escatologia bíblia.

“O tempo, quem e onde será, pode até gerar possíveis desencontros de pensamentos, mas o fato é que sim, haverá um governo mundial. Do outro lado existe o poder das trevas que por sua vez trabalha para torná-lo mais claro e presente. Diante disso, vemos tudo se cumprindo e a recente estátua de um animal com aspectos semelhante a um leopardo, assemelha-se com o que João registra no livro de Apocalipse capitulo 13, versículo 2.

Ainda segundo o pastor Robson Ciríaco, no texto apocalíptico, a interpretação para esse animal é da pessoa do anticristo.

O apóstolo João contempla esta grande visão, cerca de 651 anos da visão de Daniel 7. Daniel olha para o futuro dos séculos e vê (Leão, Urso, Leopardo e Fera Terrível), João olha para o passado e vê (Besta, Leopardo, Urso e Leão). Então não se pode negar que as forças do mal estão construindo todo um pano de fundo para estabelecer na mente dos povos o que chamo de “naturalização do mal” ou seja tornam o mal tão comum que já não é percebido. A primeira epístola de João nos textos de 2.18, 22 e 2 João v.7, fala do “Anticristo e de muitos anticristos”. Os “muitos anticristos” precedem e preparam o caminho para o Anticristo, que é a Besta que “subiu do mar”. Penso que é aqui que estatua pode se enquadrar, e não podemos nos enganar que mesmo a ONU dizendo que tal animal é guardião da paz do mundo, não deixa de ser algo bastante emblemático, aja visto que o grande papel do anticristo é ser e fazer as obras em semelhança as de Cristo“.

Para Igor Sabino, Mestre em Relações Internacionais pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e diretor da Philos Brasil, considerar o monumento como representação da besta de Apocalipse não é unanimidade: “Não há um consenso entre os cristãos sobre as características exatas dessa figura e nem o contexto em que ele surgirá”.

Sabino observa que é comum ver pessoas “dizendo que a ONU é o anticristo”, especialmente por sua missão de estabelecer a paz global após a Segunda Guerra Mundial. Por outro lado, ele tem algumas ressalvas.

ANTICRISTO

O Pastor Antônio Júnior, um dos mais conhecidos líderes religiosos do Brasil, comentou nesta sexta-feira (03/12), a respeito do monumento “Guardião da Paz e Segurança Internacional”. Antônio também enfatizou a semelhança com o texto bíblico de Apocalipse e deu instruções aos seus seguidores.

“Quando disserem paz e segurança, eis que sobreviverá à grande destruição, mas se você conhece a palavra de Deus e está com seus olhos fixos em Jesus, não há o que temer, porque Jesus cuidará de você e te protegerá. Eu sei que muitas pessoas têm medo do livro de Apocalipse, porque elas leem fora de contexto e sem entender que boa parte dos relatos de João são simbólicos”, introduziu ele.

Pastor Antônio Júnior

“Ou seja, não haverá monstros com várias cabeças e chifres cuspindo fogo em todo mundo e sim figuras humanas que receberam poderes do diabo para dominar o mundo e fazer mal à humanidade. Que nós sabemos que o anticristo pode se revelar ao mundo a qualquer momento, mas nós que amamos ao Senhor e servimos a Ele de todo o coração, não temos que ver os acontecimentos dos últimos dias como algo trágico ou assustador, mas sim como o tempo em que Jesus voltará e derrotará o inimigo de uma vez por todas”, finalizou ele.


Fonte: JM Notícia
Referência: https://www.jmnoticia.com.br/pastores-comentam-sobre-estatua-que-tem-semelhanca-com-a-besta-descrita-em-apocalipse/

Qual a sua reação?