Meditações

Como um ADVOGADO PODERIA LIVRAR JESUS DA CRUZ(Roni Evangelista)

Muito interessante! Jesus poderia ter arrumado uma outra forma de cumprir sua missão, contratando um advogado? Pois é , se naquele ambiente fosse possibilitado uma defesa jurídica, com certeza não seria difícil um advogado encontrar a inocência de Jesus. Li em um artigo o seguinte: “o trabalho de um advogado suficientemente corajoso para o pleno exercício da natureza contra majoritária de seu ofício teria provavelmente comprovado a inocência de Cristo e mantido a condenação de Barrabás.”, e continua dizendo: “…O certo é que a história da humanidade poderia ter sido outra…” e ainda coloca que Jesus poderia ter realizado um último milagre: curar a estupidez humana.

NÃO TERIA SIDO OUTRA!    Senão vejamos.

JESUS estava prestes a ser preso para ser crucificado e disse: “Agora a minha alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; mas para isto vim a esta hora.” (João 12:27).

Após ser preso foi levado até a presença de Pilatos, responsável pelo Tribunal de Justiça, e Pilatos também tinha este pensamento e a certeza da inocência de Jesus: “Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum.” (João 18:38).  Pilatos até tentou salvar Jesus da cruz: “Disse-lhe, pois, Pilatos: Não me falas a mim? Não sabes tu que tenho poder para te crucificar e tenho poder para te soltar?” (João 19:10). No entanto JESUS foi incisivo: “Respondeu JESUS: Nenhum poder terias contra mim, se de cima não te fosse dado;”(João 19:11).

E ninguém matou Jesus pois Ele disse “Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la”. (João 10:17)

TINHA UM INIMIGO A SER ABATIDO! E SÓ JESUS PODERIA FaZê-Lo.

A salvação da humanidade não estava precisamente na permanência de Jesus aqui na terra operando milagres e vivendo por aqui, mas justamente o contrário, ELE PRECISAVA MORRER.

PARA TRAZER VIDA TEM QUE TER VIDA, JESUS DESTRUIU O PODER DA MORTE COM A PRÓPRIA MORTE!

“E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo”; (Hebreus 2:14)

“E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno.” (Apocalipse 1:18)

Jesus não precisava de um advogado naquele Tribunal, pois a sentença já estava prevista desde a fundação do mundo: “…esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo”. ( Apocalipse 13:8)e ainda: “Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher…”(Gálatas 4.4)

A Ordem dos Advogados do Brasil(OAB) teriam entrado com uma solicitação no Supremo Tribunal Federal- STF, a fim de que fosse cumprido o Princípio Constitucional da Ampla Defesa e do Contraditório e como Jesus foi condenado por unanimidade o seu advogado teria impetrado os Embargos Declaratórios.

SE FOSSE NO BRASIL A MADEIRA DA CRUZ TERIA APODRECIDO ESPERANDO A SENTENÇA”

MAS, MINHA ALMA TINHA URGÊNCIA PARA VOLTAR PARA DEUS.

Se Jesus não tivesse subido ao Calvário e morrido por nós, posso dizer com letras garrafais:

A HISTÓRIA DA HUMANIDADE TERIA SIDO OUTRA: A TOTAL FALÊNCIA DA ÚNICA ESPERANÇA HUMANA- A NOSSA SALVAÇÃO.


Não deixe de ler: https://www.infocristao.com.br/meditacoes/homem-o-pior-investimento-da-historia/

Pr. Roni Evangelista da Silva

Pastor 2º Vice- Presidente da Igreja Assembleia de Deus em Rolim de Moura RO. Crente desde 1995. Bacharel e Licenciatura em Teologia pela FAETEL. Mestre e Doutor em Teologia Evangélica.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo