Internacional

Policia invade igreja e acaba com celebração religiosa

Uma celebração religiosa precisou ser interrompida pela polícia na última sexta-feira (2) após uma igreja desrespeitar o decreto de fechamento de templo religiosos.

A invasão policial aconteceu em Londres e segundo um vídeo divulgado na internet, os policiais encerraram as celebrações como proteção contra à Covid-19.

“Senhoras e senhores, esta reunião é ilegal devido às leis estabelecidas durante a quarentena. Não é permitido reunir essa quantidade de pessoas neste lugar. Vocês precisam voltar agora mesmo para suas casas. Se não acatarem, receberão multa de 200 libras e se não a pagarem, podem ser presos. Entendemos que é Sexta-feira Santa e é a fé de vocês, mas essa reunião é ilegal”

Fiéis que estavam na igreja, além de não estarem com máscara, não respeitavam o distanciamento e tiveram que ser orientados a deixarem o local.

Para o pastor da determinada igreja, a polícia agiu com truculência e excesso de poder.

“Acreditamos, no entanto, que a polícia excedeu brutalmente seus poderes ao emitir seu mandado sem uma boa razão. Lamentamos que os direitos dos fiéis tenham sido prejudicados em um dia tão importante para todos os crentes e que nossa adoração tenha sido profanada”

Aqui no Brasil, no começo da pandemia do coronavírus em 2020, algumas igrejas também tiveram que ser fechadas, depois que os pastores se negaram a não realizar cultos enquanto a pandemia estava em crescimento no país.

O fechamento de igrejas, principalmente as evangélicas, gerou ira dos lideres religiosos que acreditam que neste momento de pandemia as pessoas precisam se achegar mais a Deus e esse templos são uma ajuda neste tempo de desespero.

Assim, nomes famosos como Silas Malafaia, Valdemiro Santiago e outros são totalmente contra o fechamento e cancelamento dos cultos, incentivando os fiéis a participarem das celebrações religiosas mesmo com o perigo de contágio da doença.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo