Conteúdo Cristão, Notícias, Estudos, Meditações, Vídeos e Muito Mais!

Família ora por filho na UTI e vê toda ala de hospital ser tocada: “Eles viram nossa fé”

27

As orações e os atos de fé de uma família tocaram não só a vida do filho, que estava à beira da morte após um grave acidente nos Estados Unidos. Os enfermeiros testemunharam “que os pacientes começaram a se curar mais rápido na ala hospitalar” onde eles estavam.

Em julho de 2002, Paul e Carol Anne Alexander — na época pastores de uma igreja da Assembleia de Deus na Carolina do Norte — receberam a notícia do acidente do filho através de um policial. Jason, de 22 anos, estava dirigindo em um cruzamento e foi atingido por um caminhão de lixo de 27 toneladas, totalmente carregado.

Com o impacto, o caminhão capotou e empurrou o carro de Jason por 120 metros e arrancou duas árvores. “Tudo dentro de mim me dizia que a vida do meu filho estava por um fio”, disse Carol à AG News sobre o filho, carinhosamente chamado de Jay.

O rapaz foi levado de avião para o Centro Médico Atrium Health Carolinas na cidade de Charlotte. No hospital, os médicos foram diretos: todos os órgãos do corpo de Jay haviam se rompido e pessoas com esse nível de ferimento não sobrevivem.

“Assim começou um dos pesadelos mais longos e difíceis das nossas vidas”, lembra Carol. “Por três semanas, todos os dias, nos diziam: ‘Hoje pode ser o dia do Jay’”.

Os danos provocados no corpo de Jay foram imensos: sua caixa torácica estava tão esmagada que os médicos tiveram que consertar sua aorta rompida por suas costas. Uma costela havia penetrado em seu coração, outra perfurou seus pulmões e uma terceira sua coluna. Por causa das lesões, ele precisou de seis transfusões de sangue nas primeiras 24 horas.

Impacto no hospital

No terceiro dia, Jay teve três derrames. Naquela noite, o médico de trauma da UTI chamou seus pais no consultório. Ele admitiu não ter religião e disse que não entende como o rapaz tinha sobrevivido à cirurgia. O médico reconheceu que havia um poder superior cuidando dele.

Mais tarde, uma enfermeira disse a Paul, em lágrimas, que os pacientes começaram a se curar mais rápido na ala hospitalar e que a equipe cooperou mais, desde que a família começou a residir no quarto do filho.

As pessoas passaram a pedir ao pastor Paul que orasse por seus entes queridos enfermos. Carol e Paul conversaram com médicos e profissionais da saúde sobre Jesus.

“Eles viram nossas lágrimas e sofrimento”, diz Carol. “Eles nos viram lendo a Bíblia para o Jay. Eles viram a nossa fé, a nossa vulnerabilidade.”

Gratidão a Deus

Enquanto Jay continuava ligado aos aparelhos, seus pais continuavam falando com ele, como se estivesse acordado. Dias depois, por volta das 2h, uma enfermeira cristã viu os olhos de Jay se abrirem e ele começou a responder aos sinais.

Ainda assim, os médicos calcularam que levaria um ano para que Jason pudesse voltar para casa. No entanto, ele deixou o hospital em 8 de agosto, apenas 6 semanas e meia após o acidente. 

Hoje, Jay tem 41 anos, totalmente recuperado de seu acidente quase fatal e casado com Aysel, uma cristã da Turquia.  “Deus é bom e Deus é fiel”, afirma Carol. “Ele passa conosco por esses momentos traumáticos, e foram estes momentos que me fizeram amá-Lo mais do que antes.”

Carol Anne Alexander e seu filho, Jason. (Foto: Reprodução/Facebook)


Fonte: Guiame
Referência: http://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/familia-ora-por-filho-na-uti-e-ve-toda-ala-de-hospital-ser-tocada-eles-viram-nossa-fe.html

Comentários
Carregando...

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy