Seja bem-vindo ao InfoCristão, o portal gospel da família brasileira!
quinta-feira , 18 julho 2024
Ciência e Tecnologia

Uma série animada e o retorno da franquia Golden Axe

Uma série animada e o retorno da franquia Golden Axe

Como alguém que cresceu amando a Sega, tenho visto com muita empolgação a investida da empresa em resgatar algumas franquias pesadas do seu passado.  Mas além do anúncio de novos capítulos para várias dessas marcas, me agrada a ideia de adaptá-las para outras mídias e em breve isso acontecerá com a Golden Axe.

Golden Axe

Crédito: Reprodução/Paulo Peres/ArtStation

Desenvolvida pelo estúdio Titmouse, a série animada ainda sem data para estreia foi encomendada pelo Comedy Central e contará com a produção da CBS Eye Animation, Sony Pictures Television e Original Film.

Além disso, alguns nomes foram confirmados para essa criação, com o principal deles sendo o de Mike McMahan (Star Trek: The Lower Decks, Solar Opposites), que responderá como o showrunner. Já Joe Chandler (American Dad!) ficará responsável pela produção executiva, além de escrever o roteiro do primeiro episódio.

Como produtores executivos ainda assinam a animação, o presidente e CEO da Sega Sammy Holdings Inc., Haruki Satomi, o presidente e COO da Sega Corporation, Shuji Utsumi, e o diretor executivo Toru Nakahara.

Segundo a sinopse da série animada, ela “segue os veteranos guerreiros Ax Battler, Tyris Flare e Gilius Thunderhead enquanto novamente lutam para salvar Yuria do gigante malvado Death Adder, que simplesmente não parece permanecer morto. Felizmente, desta vez eles têm o inexperiente e despreparado Hampton Squib ao seu lado.”

Crédito: Reprodução/Jonathan Pires/ArtStation

Quanto aos personagens, eles foram descritos da seguinte maneira:

  • Matthew Rhys interpretará Gilius Thunderhead, um mal-humorado anão de batalha com uma excepcional falta de higiene e um peso sobre os ombros.
  • Danny Pudi interpretará Hampton Squib, um ingênuo e inexperiente aventureiro de primeira viagem que sonhou a vida inteira em embarcar em missões. Ele espera que sua atitude positiva possa compensar sua falta de habilidade para fazer as coisas.
  • Lisa Gilroy interpretará Tyris Flare, uma terrível feiticeira de batalha, mortal em uma luta e ainda mais mortal com sua inteligência afiada.
  • Liam McIntyre interpretará Axe Battler, um guerreiro bárbaro com um rígido código de honra e o doce comportamento de um golden retriever. Sua força supera seu cérebro, mas seu coração supera sua força.
  • Carl Tart interpretará Chronos “Evil” Lait. Originário do Golden Axe III, é uma pantera humanoide 100% durona. Ao menos é assim que Chronos se descreve. Na verdade, ele é desconfortavelmente brega e incapaz de entender o sentimento das pessoas a sua volta.

Considerando o currículo dos envolvidos, o canal em que a animação será transmitida e a descrição dos personagens, fica claro que ela penderá para o lado da comédia, o que tem despertado desconfiança em muita gente.

No entanto, acredito que essa adaptação pode funcionar se feita desta maneira e digo isso simplesmente porque, se optassem por seguir por um caminho mais sério e sombrio, os criadores acabariam criando apenas uma versão animada de Conan, o Bárbaro.

Crédito: Reprodução/Eugene Napadovsky/ArtStation

Por falar nisso, foi o filme dirigido por John Milius e estrelado por Arnold Schwarzenegger a principal fonte de inspiração para Makoto Uchida criar o primeiro Golden Axe, lá em 1989. Na época, ele havia acabado de desenvolver outro clássico dos arcades, o Altered Beast e queria se aventurar por um gênero que havia dado uma sobrevida aos fliperamas, o Beat ’em up.

“A ideia era criar um Double Dragon que não fosse um Double Dragon,” disse Uchida. “A Technos era uma rival experiente que estava trabalhando na série Kunio-Kun [conhecida no ocidente como River City], então não havia como competir se fizéssemos a mesma coisa que eles. Tive a sensação de que os jogos de fliperamas deveriam ser mais competitivos em relação ao Dragon Quest, grande sucesso dos consoles, e, portanto, estudei o mundo da magia e das espadas, combinei aquilo com a jogabilidade do Double Dragon e finalmente, criei o conceito do Golden Axe,” concluiu.

Quando chegou aos arcades, o jogo conquistou muitos admiradores, se tornando o 18º título mais lucrativo da plataforma no Japão no ano do seu lançamento. Já nos Estados Unidos, quando chegou em janeiro de 1990, a máquina ficou na primeira posição no ranking de maior faturamento do país.

Golden Axe

Crédito: Reprodução/Roedie/MobyGames

Mas assim como muitas pessoas, eu só fui ter meu primeiro contato com o Golden Axe no Mega Drive, console em que o jogo foi vendido como uma demonstração do poder do aparelho. De fato, para a época ele era sensacional, nos passando a clara ideia de estarmos experimentando algo que só era possível nos fliperamas, mesmo com as várias limitações e sacrifícios feitos àquela adaptação.

Mas o que importava mesmo era a possibilidade de poder conhecer aquele mundo tão fascinante, repleto de monstros, perigos e poderosos heróis. Poder fazer isso na companhia de um amigo só aumentava a diversão e nem sei dizer quantas tardes passei tentando chegar até o final daquela fantástica aventura.

Depois vieram duas continuações tecnicamente bem superiores ao primeiro jogo e acabei me tornando fã da franquia. Porém, após muito tempo sem encostar em um deles, há alguns anos decidi fazer isso através da coletânea Sega Genesis Classics e não posso dizer que a experiência tenha sido das melhores.

Talvez por ter adquirido uma bagagem com Beat ’em ups melhores ao longo desses anos, talvez porque a trilogia simplesmente envelheceu mal, mas o fato é que achei a jogabilidade muito travada e nem consegui avançar muito em suas campanhas. Um dia eu certamente lhes darei outra chance, mas fico pensando se o melhor mesmo não seria me limitar àquelas belas memórias e deixar para aproveitar a série recém-anunciada, além da incursão que a franquia fará no 3D com o novo capítulo.

Fonte: Variety


Por: Dori Prata
Fonte/URL: https://meiobit.com/463988/uma-serie-animada-e-o-retorno-da-franquia-golden-axe/

Artigos Relacionados

NASA: radiação de Júpiter pode atrasar missão Europa Clipper

A Europa Clipper é uma sonda espacial da NASA, desenvolvida para explorar...

UE: X violou DSA por desinformação via plano Premium

O X, rede social do bilionário Elon Musk, se tornou a primeira...

Anbernic RG556: quase perfeito. Quase

O RG556 é um dos mais recentes consoles portáteis fabricados pela companhia...

Sim, está na hora de um Sonic RPG

Desde o lançamento do primeiro jogo, há mais de três décadas, o...